Arquivo

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Habilitando plpythonu no PostgreSQL

Olá pessoal,

pra quem não sabe, banco de dados relacionais não apenas SQL. Eles também aceitam criar funções (procedurais) bem complexas, que podem depois ser utilizadas dentro de uma query SQL. No PosgreSQL, a linguam procedural padrão é a plpgsql, mas é possível instalar (e habilitar) outras linguagens, como Python, por exemplo. E é isso que eu “”””ensino”””” agora!

Primeiro, instalamos ela via apt-get (Ubuntu/Debian). Certifique-se sobre qual versão do PosgreSQL você está usando. No meu caso, estou usando a versão 9.3.

apt-get install postgresql-plpython-9.3

Agora, se você verificar as extensões disponíveis para o seu PostgreSQL,

SELECT name, default_version, installed_version FROM pg_available_extensions;

você verá que plpythonu encontra-se lá, mas não está habilitada.
plpython
Basta então habilitá-la.

createlang -d nomedoseubanco plpythonu

Pronto, plpythonu deverá estar habilitada para você utilizar!
plpythonu
[]’s

ClassNotFoundException em projeto Android

Olá pessoal,

Estou postando isso aqui pois é algo que me deu bastante dor de cabeça e como vocês sabem, se eu já passei por isso, não há motivos para vocês sofrerem também né? 😉

Tive que atualizar uma aplicação para Android que eu tinha feito há um bom tempo atrás e até aí nada de anormal. Reinstalei o Eclipse com o ADT e todas as ferramentas necessárias e tal, baixe o código da aplicação e fiz tudo aquilo para rodar a apliação no emulador. Tranquilo!

Imagine qual foi minha reação ao executar a aplicação e a mesma “crashear” quando inicializada! Fui ver o log e vi que havia um:

06-07 15:50:19.249: E/AndroidRuntime(580): Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: com.ajudante.MyActivity. in loader dalvik.system.PathClassLoader[/data/app/com.ajudante-2.apk]

A Activity estava lá, a declaração no AndroidManifest.xml também estava correta (cheguei a ficar “brincando” de alterar o nome do pacote, e vários “truquezinhos” que ensinam pelos fóruns).

Nada dava certo, até que lendo uns posts pela net, descobri que após as versão 17 do sdk, era necessário, ter uma pasta “libs” e não “lib” onde os jars deveriam ser adicionados, lembrando, é claro, de removê-los da declaração de bibliotecas do projeto. Aparentemente, ao colocar os jars, dentro dessa nova pasta (no meu caso, apenas alterei o nome), as mesmas são referenciadas como “Android Dependencies”. 

Ah, ta…

E funcionou? Como um passe de mágica! =D

Pois bem garotada, lembrem-se de alterar suas pastas “lib” para “libs” e remover jars adicionados manualmente que você não terá mais esse ClassNotFoundException, mesmo que a classe não encontrada seja do próprio projeto e não de uma das bibliotecas usadas.

[]’s

Fonte: StackOverflow

Olá Mundo!

Olá pessoal,

meu nome é Ademar Izu Gomes e sou “Garoto de Programa”!

Não, isso não é um blog da versão masculina da Bruna Surfistinha. O programa que eu faço, nem sempre me da prazer (bom, creio que os programas ela fazia nem sempre eram prazerosos).

Ok, eu também cobro por hora (menos que ela tenho certeza).

(Pow, ta difícil diferenciar)

Ah, eu fui para a faculdade e tive aulas de como fazer meus programas!

¬¬

Bom, de qualquer forma o que pretendo colocar nesse blog são trechos de código, algumas dicas ou comentários que me ajudaram e que poderão ajudar programadores no futuro (ou presente).

Abraços e até as primeiras dicas! 😉

 


Categorias:Uncategorized